ELEMENTOS

Marco Medeiros

Director Artístico / Encenador

Começou a sua formação frequentando um workshop de artes circenses e outro de teatro com Adolfo Gutkin. Em seguida, fez o curso de Interpretação da Escola Profissional de Teatro de Cascais.

A partir de 2004 integrou o elenco de várias séries e novelas dos diferentes canais.

Em 2010 fundou a PALCO13, onde encenou autores como Alice Vieira, Hugo Barreiros, Natália Correia, Shakespeare, Luís Lobão, Plauto, Marius von Mayenburg, David Greig, Roberto Cossa e Lewis Carroll.

Foi diretor de actores na SP Televisão, Plural Valentim de Carvalho, tendo dirigido as novelas Mar Salgado, Coração D'Ouro e Amor Maior, Valor da Vida, Prisioneira e a série Sim Chef.

Espectáculos:
"As Muralhas de Elsinore" de Hugo Barreiros
"Leandro, Rei de Helíria" de Alice Vieira
"Subway" de Hugo Barreiros
"Dois Reis e um Sono" de Natália Correia
"A Reunião" de Hugo Barreiros
"Sonho de uma Noite de Verão" de William Shakespeare
"Do Amor não se Foge" de William Shakespeare
"Aegri Somnia" de Luís Lobão
"Soldado Fanfarrão" de Plauto
"Feio" Marius Von Mayenburg
"Ernesto" de aluís Lobão
"La Nonna" de Roberto Cossa
"Yellow Moon" de David Greig
"O Protagonista" de Luís Lobão
"Alice no Jardim das Maravilhas" de Lewis Carrol
"Ñaque" de José Sanchis Sinisterra
"Ricardo II" de William Shakespeare 
"Sexo Drogas e Rock n Roll" de Eric Bogosian
"Emília" Criação Colectiva

Maria João da Rocha Afonso

Dramaturgista / Tradutora

Não ser professora nunca foi opção. Por isso, uma vez licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, foi o que fez: dedicou-se ao ensino, à investigação e fê-lo durante mais de 30 anos. Entretanto, começou a traduzir, deixando-se fascinar pelo jogo do pensamento feito palavras em duas línguas em paralelo. Algures durante este caminho – em 1987, mais precisamente – quase do nada surgiu o convite para apoiar dramaturgicamente um espectáculo de teatro. Aceitou… e apaixonou-se. Da página ao palco é uma ponte que tem ajudado a construir sucessivas vezes desde então, com muitos encenadores, em variados espectáculos.

Entretanto, deixou o ensino e manteve a actividade como investigadora e tradutora para edição – é freelancer. Como freelancer foi sempre no teatro até ser convidada a integrar a PALCO13 em 2012 enquanto tradutora e dramaturgista. E cá estamos…

Alfredo Matos

Fotógrafo

Alfredo Matos, nasce em Lisboa em 3 de Novembro de 1962, frequenta a AR.CO no curso de Fotografia. Profissionalmente entra para a revista Crescer onde exerce o cargo de editor de fotografia. Posteriormente e já como freelancer colabora com várias revistas e outros órgãos de comunicação social. Foi ainda formador no CENJOR. Após um hiato de alguns anos regressa à fotografia já na era digital. Começa a dedicar-se à fotografia de cena e de eventos ao vivo.

Colabora regularmente com empresas líder do mercado nacional como a Multilem e a SmartChoice. A Get Records, editora de World Music convida-o para fotografar alguns dos seus artistas, trabalhos estes que darão origem a capas de álbuns.

É um dos membros fundadores da PALCO13.

Alexandre Carvalho

Actor

Estreia-se como profissional em "Amália", de Felipe La Féria, em 2000.

Entre 2001 e 2002 participa na novela "Ganância", para a SIC e depois na série "Um Estranho em Casa", para a RTP1.

Em 2003, grava a banda sonora da série "A Minha Família é Uma Animação", e em 2004 integra a peça "A Viagem de Pedro o Afortunado", encenada por Fernanda Lapa, no Teatro Nacional D. Maria II.

Integra o elenco do musical "Cabeças no Ar", no Teatro São Luís, com encenação de Adriano Luz (2005). Em 2008 torna a fazer parte do projecto.

Em 2006 ingressa no curso de Interpretação da Escola Profissional de Teatro de Cascais, e vai fazendo várias participações pontuais em séries televisivas.

No ano de 2007, integra o elenco da peça "João Bosco o Rebelde Sonhador", encenada por Carlos Avilez, (TEC).

Termina o curso de Interpretação. A prova final é "Muito Barulho Por Nada", com encenação de Carlos Avilez.

Em 2015 é convidado por Fernando Gomes para integrar o espectáculo "Um Chapéu de Palha de Itália", com produção do Teatro da Terra e levada a cena em Ponte de Sôr. No mesmo ano, integra o elenco da novela "Coração D'Ouro", uma produção da SP Televisão.

Em 2016, estreia-se no cinema no filme, "O Protagonista", que conta com a realização de Sérgio Graciano.

Em 2017, faz parte da segunda temporada da série "Sim Chef", da RTP1, produzida pela Valentim de Carvalho e realizada por Francisco Antunez.

Trabalha regularmente em dobragens para televisão e cinema.

Desde 2010 que integra a companhia de teatro PALCO13, colaborando em vários espectáculos como actor, técnico de som, entre outras funções.

Catarina Couto Sousa

Actriz

Desde pequena que começa a dar os primeiros passos nas artes, com formação em dança contemporânea e ballet como princípio.

Entre 2012 e 2013, faz um workshop de teatro na Companhia de Actores, com direcção de Sandra Roque, no Teatro Amélia Rey Colaço, em Algés.

No mesmo ano de 2013, ingressa no curso de interpretação, da Escola Profissional de Teatro de Cascais, terminando o mesmo curso em 2016 com a prova final a ser o espectáculo "A Tempestade", de William Shakespeare, encenado por Carlos Avilez, no Teatro Municipal Mirita Casimiro.

Já no último trimestre de 2016, entra no curso de interpretação do John Frey Studio For Actors, onde aprende maioritariamente a técnica de Meisner, acabando em 2017 com um showcase no Teatro do Bairro.

Entra na Palco13 em 2017, ano esse onde continua com a sua formação, fazendo parte do curso de interpretação da Escola Superior de Teatro e Cinema.

Estreia-se como actriz na Palco13 no musical infantojuvenil "Sonho de Uma Noite de Verão", de William Shakespeare, com encenação de Marco Medeiros.

David Ferreira

Actor

Ingressa na Escola Profissional de Teatro de Cascais em 2006, concluindo o curso em 2009. Durante o seu percurso na escola, trabalha em alguns espectáculos no Teatro Experimental de Cascais com encenações de Carlos Avilez, tais como "A Cozinha", de Arnold Wesker, "O Inferno", de Bernardo Santareno e acaba o seu curso com o espectáculo "Muito Barulho Por Nada", de William Shakespeare.

Depois de ter terminado o curso, faz assistência ao espectáculo "Rosencrantz e Guildenstern Estão Mortos", de Tom Stoppard, com encenação de Carlos Avilez.

Realiza também o curso de técnicas de interpretação de teatro e televisão com Celso Cleto e Sofia Alves e, mais tarde, com Cristina Cavalinhos na Plural Casting.

Em 2010 pertence ao núcleo que cria a PALCO13, onde permanece desde então.

Trabalha com regularidade não só como actor, mas como assistente de encenação na maior parte dos espectáculos da companhia.

Também como assistente de encenação, integra o espectáculo de Carlos D’Almeida Ribeiro, "Sexo, Sim Obrigado", levado a cena pelo Teatro Independente de Oeiras.

Em 2016, integra o elenco do filme "O Protagonista", realizado por Sérgio Graciano.

No mesmo ano, participa na novela "Coração D'Ouro" da SP Televisão.

No ano seguinte, integra o elenco da segunda temporada de "Sim Chef", série exibida pela RTP1. Uma produção da Valentim de Carvalho e realizada por Francisco Antunez.

Diogo Mesquita

Actor

Diogo Mesquita começa o seu percurso artístico ingressando na Escola Profissional de Teatro de Cascais em 2000, e concluindo o curso em 2004 tendo recebido o prémio Zita Duarte.

Desde 2005 integra o elenco em mais de 30 espectáculos, tendo passado pelo Teatro Experimental de Cascais, Auditório Municipal Eunice Muñoz, Teatro Nacional D. Maria II, Companhia de Actores, Fundação Calouste Gulbenkian, Teatro Aberto e Teatro Municipal de Almada.

Participa na Mostra Internacional de Teatro de Oeiras em 2009 no Auditório Municipal Ruy de Carvalho.

Integra a PALCO13 desde o início, onde tem colaborado regularmente como actor.

Em Televisão protagoniza a série infantil "Ilha das Cores" I e II, integra o elenco fixo da telenovela "Mulheres" e participa, como elenco adicional, em diversas produções nacionais para a SIC, TVI e RTP.

Em publicidade, destaca-se na campanha da "Worten" (Clube dos Preços Baixos) de 2011 a 2013.

De referir também o seu percurso em dobragens onde assumiu a voz de protagonistas como Remy "Ratatui", Robby Ray "Hannah Montana", Lorenzo Fabri "Rex", Diego "Violeta" e mais recentemente Nick "Zootrópolis".

Gláucia Noémi

Actriz

Gláucia Noémi integra o Curso de interpretação da Escola Profissional de Teatro de Cascais em 2007 sob a orientação de Luís Barros, Teresa Côrte-Real, Rui Baeta, Lucília São Lourenço, João Vasco, Patrícia Vasconcelos e Carlos Avilez. No decorrer do curso interpreta personagens das seguintes peças: “Auto dos Escrivães”, “Hamlet”, “Falar Verdade a Mentir”, “Macbeth”, “Ciclo Troiano”, “Lisístrata” e “As Criadas”.

Em 2009 faz parte do elenco de  “Muito Barulho Por Nada” de William Shakespeare, peça levada a cena no Parque Palmela, pelo Teatro Experimental de Cascais, com encenação de Carlos Avilez.

Em 2010, conclui o curso com o espectáculo “A Nossa Cidade” de Thornton Wilder, no Teatro Experimental de Cascais, com encenação de Carlos Avilez.

Estreia-se em 2011 na PALCO13 no espectáculo “Subway” de Hugo Barreiros, numa encenação de Marco Medeiros.

No mesmo ano, faz parte de “Crimes Exemplares” de Max Aub, espectáculo no Centro Cultural de Carnide, com encenação de Ricardo Figueira.

Em 2012 volta ao Teatro Experimental de Cascais para integrar o elenco de “Roberto Zucco” de Bernard-Marie Koltès.

Entre 2012 e 2014, faz parte de vários espectáculos como “Falar Verdade a Mentir”, “Auto da Barca do Inferno”, “A Menina do Mar”, “Revela-te” e “Os Herdeiros da Lua de Joana”, todos eles da companhia de teatro Contrapalco, apresentados no Centro Cultural de Carnide e em vários pontos do país.

Com a PALCO13, integra ainda os espectáculos "Dois Reis e Um Sono", "O Protagonista", "Alice no Jardim das Maravilhas" e "Sonho de Uma Noite de Verão".

Em 2016, faz parte do elenco do filmes "O Protagonista", realizado por Sérgio Graciano.

Fez ainda várias participações em novelas.

Gonçalo Carvalho

Actor

Em 2000 estreia-se no musical "Amália" de Filipe La Féria.

Em televisão participa nas séries "Anjo Selvagem", "Amanhecer" e "Super Pai", transmitidas pela TVI.

Entre 2003 e 2006 frequenta e conclui o curso de Interpretação da Escola Profissional de Teatro de Cascais. Faz também um workshop de Expressão Corporal, com Marta Carrasco, em Barcelona.

Entre 2006 e 2010 participa nas seguintes peças do Teatro Experimental de Cascais: "A Visão de Amy" de David Hare, "A Cozinha" de Arnold Wesker, "João Bosco o Rebelde Sonhador", de Maria do Céu Ricardo, "O Inferno", de Bernardo Santareno, "Aquário na Gaiola", de Júlia Nery, "Dom Carlos", de Teixeira de Pascoaes, "Muito Barulho por Nada", de William Shakespeare, "Rosencrantz e Guildenstern Estão Mortos", de Tom Stoppard, "Arsénico e Rendas Velhas", de Joseph Kesselring, encenadas por Carlos Avilez.

Nas peças "A Cozinha", "O Inferno" e "Muito Barulho por Nada" fez assistência de encenação.

Desde 2010 que faz parte da companhia PALCO13, onde integrou o elenco das seguintes peças:

"Leandro, Rei da Helíria", de Alice Vieira; "As Muralhas de Elsinore", de Hugo Barreiros; "Subway", de Hugo Barreiros; "Dois Reis e um Sono", de Natália Correia; "Do Amor Não se Foge", de William Shakespeare; "A Reunião", de Hugo Barreiros; "Aegri Somnia", de Luís Lobão, "O Soldado Fanfarrão", de Plauto; "Feio", de Marius von Mayenburg; "Tudo Bem?" de Jean Claude Grumberg; "O Autor" de Tim Crouch; "Ñaque" de José Sanchis Sinisterra; "Ricardo II" de William Shakespeare; "Emília" uma criação colectiva da Palco13.

No ano de 2014, é convidado pelo Teatro da Terra para fazer o espectáculo, "A Dama do Maxim", com encenação de Fernando Gomes.

Em 2015 faz o filme "Cartas da Guerra" de Ivo M. Ferreira e em 2016 estreia-se na encenação no espectáculo "O Autor", de Tim Crouch.

Em 2017, integra o elenco da série "Inspector Max" e no mesmo ano faz parte do elenco da série "Criação", realizada por Sérgio Graciano.

No final desse mesmo ano, participa no espectáculo "O Grande Dia da Batalha", a partir de Máximo Gorki. Uma encenação de Jorge Silva Melo, numa co-produção dos Artistas Unidos e do Teatro Nacional D. Maria II.

Faz dobragens e participações na televisão com regularidade.

Leonor Biscaia

Actriz

Leonor Biscaia começa por frequentar o curso de marketing do Escola Secundária de S. João do Estoril, mas o interesse pelo teatro já falava mais alto e depressa se inscreveu na Escola Profissional de Teatro de Cascais, que frequentou de 2006 a 2009, concluindo o curso de Interpretação com a Prova de Aptidão Profissional "Muito Barulho Por Nada", encenada por Carlos Avilez. Também em 2009 fez o espectáculo "Fedra", de Miguel Graça, com encenação de Maria Camões no Teatro Ibérico. Ainda no mesmo ano, integrou no elenco fixo da novela da TVI "Sedução", de Rui Vilhena.
Em 2010, juntou-se à companhia de teatro PALCO13 da qual se tornou membro integrante e com quem tem trabalhado com regularidade desde então, não só como actriz mas, nas mais diversas funções.
Faz com regularidade dobragens para séries televisivas de animação.
Tem também um cargo na escola inglesa St. Julian’s School: é Technician do departamento de Arte.

Rita Tristão da Silva

Actriz

Rita Tristão começa a sua formação em teatro na Escola Profissional de Teatro de Cascais em 2000, concluindo o curso em 2003. Nesse mesmo ano, integra um workshop de televisão e cinema com André Cerqueira e em 2009 completa um Curso de Interpretação na Comuna com João Mota.

Entre 2000 e 2016, faz parte do elenco de várias produções nacionais de televisão, entre elas "Médico de Família", "Morangos com Açucar", "Rebelde Way", "Depois do Adeus", "Sinais de Vida" e "Nelo e Idália".

Em Teatro participa em espectáculos como "Mais Respeito Que Sou Tua Mãe", com encenação de Joaquim Monchique, levada a cena em várias salas portuguesas, "Yellow Moon", encenação de Marco Medeiros, no Auditório Fernando Lopes-Graça e "Lar Doce Lar", encenação de António Pires, que contou com uma extensa turné nacional e internacional.

Mais recentemente participou no filme "A Canção de Lisboa", realizado por Pedro Varela e produzido pela Stopline Filmes.

Faz regularmente dobragens desde 2005.

Romeu Vala

Actor

Fez o curso de interpretação da Escola Profissional de Teatro de Cascais entre 2005 e 2008.

Estreia-se como profissional em 2004, no musical "Cabeças no Ar", de Carlos Tê, com encenação de Adriano Luz.

Entre 2005 e 2012 integra o elenco de vários espectáculos do Teatro Experimental de Cascais: "Inês de Portugal", de Alejandro Cassona, "Sonho de Uma Noite de Verão", de William Shakespeare, "Alice", de Lewis Carrol, "João Bosco o Rebelde Sonhador", de Maria do Céu Ricardo, "O Inferno" de Bernardo Santareno, "Rosencrantz e Guildenstern Estão Mortos", de Tom Stoppard e "Arsénico e Rendas Velhas", de Joseph Kesselring, todas com encenação de Carlos Avilez.

Em 2008 integrou o elenco do Projecto Novos Actores, dirigido por Renato Godinho, tendo participado em "Sonho", de Arthur Schnitzler, "Les Parents Terribles", de Jean Cocteau e "Grécia", de Miguel Graça.

Desde 1998 que participa em séries e telenovelas, entre elas: "Mundo ao Contrário", "Bem-vindos a Beirais" e "Sol de Inverno".

Trabalha com regularidade em dobragens para televisão e cinema.

Em 2010 integra a companhia PALCO13, tendo participado em grande parte dos espectáculos. Estreia-se no cinema no filme "O Protagonista", com Realização de Sérgio Graciano e rodagem entre 2015 e 2016.